Turbilhão de emoções…

 

 

É angustiante. É como posso definir esse turbilhão de sentimentos e emoções.

 

Faltam exatamente 33 dias pra chegar o dia do meu embarque.

33 dias pra minha vida mudar totalmente.

33 dias pra que eu tenha um ano totalmente diferente de todos os outros 21 que já vivi.

33.

 

É engraçado acordar dizendo “eu te amo e vou sentir sua falta” pra sua própria cama… Pensar que cada dia que você acorda é um dia a menos naquele lugar, daquele jeito.

É estranho pensar que em 10 dias eu não verei a maioria das pessoas que estou acostumada a ver e conviver diariamente. Que em 10 dias eu não terei pessoas engraçadas, estressadas e divertidas, que eu AMO conviver todos os dias. Não terei mais a proximidade dos apelidados carinhosamente de ‘meninos’, já que na verdade são todos homens formados e ‘responsáveis’.

Estranho pensar que em 33 dias eu não chegarei mais em casa e direi “boa noite família!”, ou então que chegará o fim de semana, e em pleno domingo eu não poderei me levantar da minha cama pra deitar na dos meus pais e fazer bagunça com todo mundo, desmentindo a lei de que duas pessoas não ocupam o mesmo espaço, já que cabem quatro onde deveriam ter só duas…

Estranho pensar que não poderei dizer para meus amigos ‘cola aqui em casa!’…

Estranho não pegar ônibus pra trabalhar, levantar com o dia ainda escuro, assistir ao nascer do sol dentro do ônibus, assistir o pôr do sol no ônibus e chegar em casa já escuro novamente.

Mais estranho que isso será não poder ganhar um abraço do meu pai. Não trocar emails divertidos com a pessoa que trabalha na sua frente, ou a menos de 10 metros de você.

Estranho será ouvir a voz das pessoas somente pelo telefone. Ver o rosto destas pessoas só por fotos ou por webcam.

Vou sentir muita falta de tudo isso. E o S2 tá apertadíssimo por isso.

Você deve estar dizendo: mas olha pras coisas boas, Lannes!

Eu to olhando. Por isso não desisti de ir. Sei que crescerei infinitamente em todos os sentidos possíveis e imagináveis (é, infelizmente.). Sei que será uma experiência inesquecível. Que ganharei outros muitos amigos, outra família, outro lugar pra chamar de casa. É o que me motiva.

Mas que é angustiante, isso é.

 

Desculpa, precisava desabafar. Uf.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: